Tropa de Elite assume uma visão “diferenciada” da saga de José Padilha

Quando lançado, o primeiro Tropa de Elite foi considerado polêmico. Seja por tratar de um assunto delicado como a relação das ações da polícia e as consequências do combate às drogas, como por seu aspecto técnico de filmagem, que surpreendeu com uma espécie de fidelidade além da esperada.

Infelizmente, o diretor José Padilha (responsável por dois filmes), se absteve de realizar um terceiro longa. Em entrevista, Padilha contou que o segundo filme “cutucou bastante gente“, e que isso causou repercussões negativas na sua vida. Em uma das ocasiões, o mesmo se manteve trancafiado em seu estúdio por medo de possíveis executores na frente do prédio.

Sendo assim, seria difícil imaginar que Tropa de Elite 3 viesse à acontecer. Certo? Errado, pois a indústria cinematográfica continua implacável e faminta. Com isso, recebemos a confirmação, através do O Dia, que um novo longa está em desenvolvimento.

Porém, a maior surpresa está por trás do envolvimento de Anitta com o novo longa. A mundialmente reconhecida cantora interpretará o papel da protagonista Larissa, possivelmente com Rodrigo Santoro co-estrelando o longa. Segundo as informações, Larissa adentrará à Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), e terá de enfrentar tanto criminosos quanto a própria força da lei. Nisso, a personagem terá de arcar com perdas e frustrações com o sistema e com um dos bandidos recorrentes em suas detenções – e que se livra da pena constantemente.

O roteiro estará sob o comando de Rodrigo Pimentel, ex-capitão do próprio BOPE e autor do livro Elite da Tropa. Pimentel ainda atuou em contribuição com o primeiro filme da saga.

Fonte: Adoro Cinema