Vingadores: Guerra Infinita é o ápice do MCU até o momento.

Trazer as páginas dos quadrinhos para as telas de cinema pode ser um verdadeiro desafio. Mesmo assim dez anos depois do lançamento do primeiro filme do Homem de Ferro, a Marvel continua a nos surpreender ao longo de seus dezoito filmes. Vingadores: Guerra Infinita é o topo de tudo isso, e também é o ponto que os filmes anteriores prepararam para o público.

Guerra Infinita de fato é um grande filme e traz todos os personagens que já conhecemos lutando lado a lado contra ele, Thanos. Neste filme, o vilão teve a sua verdadeira estreia no MCU e deixou todos de boca aberta com tudo o que pode fazer e fez. Com a chegada deste poderoso vilão equipado com a jóias do infinito, as equipes de heróis terão diversas consequências e desafios pela frente.

A ameaça do titã louco foi construída ao longo de seis anos, desde que foi apresentado pela primeira vez em 2012, em Os Vingadores, e teve seu ápice agora, em Guerra Infinita. Com tudo isso devemos dizer, o filme leva o nome dos Vingadores, porém é uma verdadeira história de Thanos. E devemos dizer que ele não é um vilão comum que quer apenas destruir tudo e matar quem estiver em seu caminho. Thanos possui um propósito e também possui sentimentos diferentes de outros vilões já explorados no MCU.

A maior parte de todo o drama do filme gira em torno do vilão e se estampa nos rostos de alguns heróis, que possuem medo diante dele. A Marvel realmente superou as expectativas com o vilão, se o público esperava algo dele, os Irmãos Russo garantiram que seria melhor ainda.

Em Guerra Infinita tudo possui um motivo para acontecer.

O filme pode ser um dos mais sérios e dramáticos de todo o MCU, mas não pense que o humor ficou de fora. Pelo contrário, ele foi muito bem encaixado nas cenas, trazendo aquele conhecido alívio cômico da Marvel quando menos se espera.

Os heróis foram muito bem colocados na história, como Tony Stark, que possui um grande papel não só como o próprio Stark, mas como Homem de Ferro e da um verdadeiro show com sua nova armadura. O filme empolga mais ainda com as participações sensacionais de Homem-Aranha, Doutor Estranho, Thor, e claro, os Guardiões da Galáxia. Além disso, todos os outros heróis são bem encaixados nas cenas e lutam lado a lado para defender o universo. Tudo isso é perfeitamente equilibrado sem deixar nenhum personagem ofuscado, todos tem o seu momento na tela e o utilizam perfeitamente.

Um filme onde todos os personagens possuem o seu momento.

Não pense que o filme é pura enrolação, visto que ele possui quase três horas de duração. Tudo o que acontece possui um motivo ou é um gancho para uma cenas mais épica ainda. As cenas de batalhas foram perfeitamente sincronizadas dando uma imersão muito maior aos combates e deixando o espectador mais animado com o filme.

O visual do filme continua excelente assim como nos últimos filmes da Marvel, as várias localizações para onde o espectador é transportado continuam sendo muito bem trabalhadas e utilizadas de excelentes formas. Além disso, novos locais também foram mostrados e podemos dizer que também são muito bem ambientados.

Vingadores: Guerra Infinita de fato é o melhor filme da Marvel até o momento. As cenas de batalha empolgam muito, o humor está muito bem distribuído ao longo do filme e as partes dramáticas e sentimentais são muito bem colocadas juntamente com uma trilha sonora incrível preparada para este maravilhoso longa de super-heróis. Guerra Infinita é um digno filme dos Vingadores e um excelente ápice para o universo cinematográfico da Marvel.