Far Cry 5 mostra o extremismo religioso em ação.

Desde seu anúncio, o quinto jogo da franquia Far Cry se tornou um jogo bastante polêmico. A Ubisoft nos entregou Far Cry 5, jogo que nos traz uma temática onde nos é mostrado o que acontece quando o extremismo religioso chega à níveis preocupantes. Joseph Seed, antagonista principal do game, utiliza a fé das pessoas como um instrumento de manipulação. Isso faz com que as pessoas passem a acreditar que sua palavra é a única salvação.

Desde Far Cry 3, com Vaas, a figura do vilão se tornou um dos aspectos mais importantes da franquia. Neste novo jogo, a Ubisoft traz quatro vilões principais para o jogador enfrentar. O destaque vem para Joseph Seed, conhecido como ”O Pai”, visto que ele foi um dos principais elementos dos materiais de divulgação do jogo. No decorrer da aventura são apresentados também seus irmãos: John, Jacob e Faith Seed. Juntos eles comandam a seita ”Portão do Éden”.

Cada um dos irmãos de Joseph controla uma parte do mapa que o jogador deve explorar para prosseguir no jogo. Este jogo segue uma linha similar a Ghost Recon Wildlands, pois o jogador não precisa seguir uma história linear para enfrentar os vilões, basta explorar a área desejada e matar seu líder. Como esperado, eles atuam como generais e devem ser derrotados antes de partir para o confronto final com Joseph. No geral os irmãos Seed são personagens bastante interessantes pois cada um possui uma personalidade diferente e única. Além disso eles são bastante importantes na história, por que trazem uma ameaça constante ao jogador. Conforme você conquista o território inimigo, eles ficam irritados com seu progresso e enviam soldados para impedir seu avanço.

Seus companheiros podem ser de grande ajuda nas missões.

Algo interessante que foi implementado é o fato de agora você poder chamar companheiros para te ajudar nas missões. Boomer, seu bom amigo cachorro, pode ser uma excelente opção para os conflitos.

Uma decisão interessante por parte da Ubisoft foi o fato de abolirem o sistema de torres para liberar o mapa. Neste novo jogo, o simples fato do jogador explorar ou interagir com os personagens faz com que novos objetivos e locais sejam liberados.

Porém, além de tudo isso, existe uma coisa que incomoda um pouco, o fato de alguns objetivos se repetirem constantemente em várias regiões do mapa, tornando algumas atividades cansativas.

O que diferencia Far Cry 5 dos jogos anteriores é a temática religiosa que foi alvo de diversas polêmicas. Ela está logo de cara na capa do jogo, com uma representação da Santa Ceia. Com isso, a Ubisoft abordou um tema religioso mais focado no fanatismo, algo um pouco mais fácil de explicar os péssimos atos dos vilões.

O espaço de quase dois anos entre o último jogo da franquia e este ajudou a experiência de Far Cry não ser mais do mesmo. Far Cry 5 é um excelente jogo que não se afasta da temática principal da franquia. Jogadores mais antigos e novos com certeza irão se divertir bastante em Hope County.